Quando e Como Usar o DID e o DIDN’T no Inglês? Regras e Composições


O verbo To Do é muito utilizado durante o aprendizado da língua inglesa, principalmente por ser usado em diversas situações. Um dos mais importantes é o auxiliar did, o passado do Do.  Com isso, muitas pessoas se confundem em utilizá-lo, não sabendo como empregar e quais suas principais funções.

Diante disso, hoje, nesse artigo, estaremos tirando algumas dúvidas e fazendo explicações importantes sobre a utilização e significado na língua inglesa.

 

Qual o significado de Did?

Este é o passado simples do verbo Do. Normalmente, é utilizado como verbo auxiliar para frases afirmativas, principalmente as que já se sabe quando a situação ocorreu ou o tempo foi expressado, e interrogativas.

Exemplo:

  • He did like the car (ele realmente gostava do carro)
  • Did you see that? (Você viu isso?)

uma ampulheta simbolizando o verbo did

O que significa Didn’t?

Didn’t, é a forma negativa, também utilizado para frases no passado, com preferência para situações que se sabe o tempo ou quando aconteceu.

Exemplo:

  • I didn’t buy the pizza (Eu não comprei a pizza.)

 

Como usar?

Frases afirmativas

Em frases afirmativas, o Did deve ser utilizado como auxiliar, conseguindo exaltar a afirmação e o que está sendo falado.

A estrutura para a criação da frase é:

SUJEITO + AUXILIAR DID + VERBO + COMPLEMENTO

O verbo deve estar no infinitivo, não sofrendo nenhum tipo de mudança para se encaixar no tempo, no caso, o passado.

Exemplo: He did like the old shoes (Ele gostava dos sapatos velhos)

Frases interrogativas

um relógio distorcido

Em frases interrogativas, ele também deve ser utilizado como auxiliar, porém de uma forma diferente. A construção deve ser feita:

AUXILIAR DID + SUJEITO + VERBO + COMPLEMENTO

Exemplo: Did you give a flower to your mother? (Você deu uma flor à sua mãe?)

Quando usar Was?

O Was deve ser utilizado para expressar o passado, sendo somente na primeira ou segunda pessoa no singular.

Exemplos:

  • Primeira pessoa: I was a bad motorist (eu era um motorista ruim)
  • Segunda pessoa: He was my boyfriend (Ele era meu namorado)

Já este é utilizado para uma ação que ocorreu no passado, principalmente por estar relacionamento diretamente ao verbo “ser”, ou “to Do”. Por isso, ele serve como uma auxiliar para afirmações, negações e/ou questões.


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *