Intercâmbio – O que é? Como funciona, Tipos de Moradias, Preço


Fazer um intercâmbio é um grande investimento no futuro. Além de muito conhecimento, o período ainda proporciona diversas experiências enriquecedoras. O que acontece, porém, é que quando se decide fazer um intercâmbio surge uma enorme quantidade de dúvidas.

Então, se você quer tirar essas dúvidas e descobrir agora mesmo como fazer um intercâmbio e mudar a sua vida, continue lendo e descubra todos os detalhes. Vamos lá?!

O que é Intercâmbio?

Em sua origem, o intercâmbio era uma viagem que envolvia dois estudantes de locais diferentes. Eles “trocavam” de país entre si par poder vivenciar as experiências de uma nova cultura. Com isso, acontecia um intercâmbio de conhecimento.

Atualmente, o conceito evoluiu muito e um intercâmbio é algo muito mais abrangente. Isso porque primeiramente não é mais necessário que haja essa troca, ou seja, não precisa que um estudante venha para que o outro possa ir.

Assim sendo, toda viagem na qual o foco é a aquisição de conhecimento intercultural e experiências em outro país pode ser chamada de intercâmbio. Isso inclui viagens de estudo, trabalho ou somente para estar imerso em uma nova cultura exterior.


Como fazer?

O processo de um intercâmbio irá depender muito do tipo de programa pretendido. Uma boa dica é contar com a experiência de um consultor para ajudar com os detalhes importantes. Depois disso, veja alguns passos e dicas:

  1. Escolha o destino: um dos primeiros fatores para essa decisão é o idioma, especialmente se você quer aprender ou praticar algum específico.
  2. Escolha do programa: você pode escolher entre diferentes modalidades de programa, tais como estudos, business e preparatório.
  3. Documentação: isso irá depender do local escolhido e do programa escolhido. O país escolhido também pode requerer alguns documentos específicos, se informe.
  4. Prepare-se: providencie o visto de acordo com o país escolhido e veja se o país exige seguro saúde. Se fizer uso de medicamento periódico ou continuo arrume as receitas para levar, verificando se não são proibidos para onde você vai.
  5. Cuidados ao embarcar: observe o limite de peso das malas, encarregue alguém de cuidar suas coisas por aqui e olhar a correspondência e cancele os serviços que não vão seu usados.Mapa do mundo com passaporte e diário de viagem em cima

Pronto, agora é só aproveitar a linda experiência que um intercâmbio pode proporcionar para você.

Como funciona o Intercâmbio?

O intercambio depende do local escolhido para a viagem e também o objetivo da mesma. Há quem faça o intercâmbio como um programa de férias, para aprender um novo idioma, para cursar uma graduação, pós-graduação ou MBA, à trabalho e etc.

Tudo depende muito da finalidade do se interesse no intercâmbio. Normalmente, se a viagem é para aprender uma nova língua, por exemplo, o aluno já vai matriculado em uma escola especializada nesse tipo de ensino.

Se vai para uma graduação ou especialização acadêmica, já deve embarcar com a matricula feita na instituição e tudo acertado. O fato é que o processo irá variar muito.

Tipos de moradias

Como já foi dito, existem diversas modalidades e tipos de intercâmbios. Sendo assim, existem também diferentes tipos de moradias que variam de acordo com a vontade ou a modalidade de intercâmbio escolhida, veja:

Intercâmbio em casa de família

Nesse caso o estudante ficara na casa de uma família que estará previamente inscrita no programa. Vale lembrar que as famílias são avaliadas pelo governo e/ou pela instituição de ensino antes de poder receber hóspedes.

Essa é uma opção que oferece uma grande imersão na cultura local. No entanto, as regras da família tendem a ser mais rígidas.

Residência estudantil

Essas residências são um tipo de pensionato para alunos estrangeiros. Os formatos podem variar muito, mas a maioria oferece quarto individual, mas com cozinha e banheiros coletivos.

Uma vantagem é que o estudante terá contado com pessoas de outros lugares do mundo. No entanto, existe o risco de passar por “perrengues” no compartilhamento do ambiente.

Apartamento

É possível alugar um apartamento comum e até dividí-lo com outra pessoa, de acordo com o que quer e pode gastar. Essa é uma excelente opção para ter mais liberdade e privacidade. No entanto, essa mesma liberdade pode ser negativa em situações difíceis nas quais é bom ter um suporte.

Hotel

Nesse local o estudante de intercâmbio terá todos os serviços e até café da manhã. O conforto e a localização podem ser grandes vantagens, porém se a estadia for mais prolongada, o custo sobe muito e você estará vivendo como turista, socialmente isolado de uma vida estudantil.

Hostel – Albergue

Funciona como um hotel, porém os quartos e banheiro normalmente são compartilhados. Também costumam possuir áreas comuns para que os hospedes se encontrem e troquem experiências.

Vale lembrar que o público de albergues normalmente é mais jovem e informal e o preço é mais amigável. No entanto, pode ser preciso um cuidado maior com os objetos pessoas. Isso porque pessoas entram em saem a todo instante.

Quanto tempo dura?

Assim como já foi dito, o tempo de duração do intercâmbio pode variar muito. Isso porque você pode escolher desde o tempo de umas férias, até passar um ano no local escolhido. Tudo depende dos seus objetivos. Veja algumas opções e entenda melhor:

  • Intercâmbio de férias: excelente para quem tem pouco dinheiro ou tempo para investir. Nesse caso dá para aproveitar os cursos rápidos de escolas de idiomas pelo mundo. Há opções de uma semana até um mês de duração.
  • Um trimestre: se você possui um pouco mais de tempo e recursos, pode optar por um intercâmbio de três meses.Desenho do planeta Terra com bandeiras
  • Um semestre: seis meses de experiência são excelentes para quem quer aprender um novo idioma. Assim já é possível conseguir fluência e mais conhecimento da cultura, turismo, arte, costumes e mais. Para alunos de graduação é uma excelente opção para o currículo. Ainda mais conseguindo uma das bolsas que são oferecidas pelas universidades.

Por que fazer o Intercâmbio?

Sem dúvidas, o que não faltam são motivos para que faça um intercâmbio e embarque em um bom programa, veja:

  • Você irá aprender e aperfeiçoar o seu idioma de uma maneira eficiente e rápida.
  • Irá fazer uma imersão na cultura de outro país e passar a entender seus costume e hábitos. Isso é enriquecedor.
  • Irá otimizar suas férias viajando e estudando ao mesmo tempo pois existem opções de intercâmbio até de 2 semanas.
  • Conhecerá gente nova e fará novos amigos que não serão somente do país para onde você foi, mas do mundo inteiro.
  • Irá se tornar uma pessoa mais segura, independente e madura pra lidar com situações variadas.

Qual o preço do Intercâmbio?

Novamente, o preço pode variar muito de acordo com o programa escolhido, o destino, o nível do estudo, o tipo de acomodação e diversos outros fatores decisivos. O fato é que não é possível precisar o preço de um intercâmbio.

Se você for fazer um curso de idiomas nos EUA, por duas semanas ficando na casa da uma família, o custo é relativamente baixo. No entanto, se a ideia é passar 6 meses ou 1 ano, na Inglaterra, fazendo uma pós graduação, o valor é completamente diferente.

Portanto, o mais indicado é decidir os detalhes do seu intercâmbio e começar a pesquisar alternativas de valores.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre intercâmbio, como funciona, opções de moradia e todos os detalhes para ter uma experiência incrível. Aproveite!


Gostou desse artigo? Dê seu voto!

Péssimo! Não gostei de nada!Ruim!Gostei, ta na média!Muito bom!Excelente! (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *